sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

Cinco dicas para emagrecer mais rápido


Emagrecer, quem nunca precisou? Quem não gostaria de emagrecer mais rápido e não precisar de dietas mirabolantes ou que fazem a gente literalmente passar fome?
Achei cinco dicas que vão nos ajudar a emagrecer mais rápido e que fazem parte do dia a dia de pessoas que já perderam peso e não voltaram a engordar. Resumi para você poder entender direitinho.


Emagrecer mais rápido: 5 dicas essenciais

Corte os doces do cardápio

Além de altamente calóricos, eles estimulam a produção de insulina e, como consequência, favorecem o acúmulo de gordura localizada, principalmente no abdome e no culote. Então, para afinar rapidinho, eliminá-los completamente do seu cardápio, durante duas semanas, é uma ótima ideia. Mesmo que continue consumindo frutas, que fornecem quantidades mais moderadas de açúcar, a perda de peso poderá chegar a 1 ou 2 quilo s por semana. De quebra, você ainda beneficia a saúde. "Esses alimentos favorecem a obesidade, a diabete e o colesterol alto. O refrigerante, para piorar, estufa a barriga, por causa do gás", diz Daniela Hueb, nutróloga (S P).


Diminua o consumo de carboidratos

"Se cortar pela metade o consumo de carboidratos, economizará mil calorias por dia", diz Juliana Arraya, nutricionista da Food Coach Consultoria Nutricional (SP). Em um prazo de 15 dias, isso pode significar uma perda de até 3 quilos. Basta eliminar os carboidratos de alto índice glicêmico do cardápio, como as batatas, o mel e o arroz branco, e consumir com moderação os cereais, como feijão e aveia, arroz e pão integrais. Outro truque é não consumir carboidratos depois das 18 horas. Em vez disso, aposte em um grelhado com uma boa salada. Só não vale é eliminar completamente os carboidratos da dieta, na tentativa de emagrecer mais rápido ainda. "Esse grupo de alimentos é essencial para manter o nosso pique, inclusive para a malhação. A restrição total é prejudicial à saúde e leva a sintomas como hipoglicemia, mau humor, dores de cabeça, entre outros. Além disso, estudos mostram que as dietas com restrição de carboidratos têm maiores chances de naufragarem”, alerta.

Faça trocas alimentares inteligentes

Mesmo sem encarar dietas severas, é possível enxugar um bom número de calorias do menu trocando alimentos que fornecem muita energia por outros que, mesmo sendo nutritivos, engordam menos. Um bom começo é eliminar doces com recheio e cobertura, frituras, empanados e carboidratos simples, como arroz branco e massas feitas com farinha comum. "Em vez de bomba de chocolate, prefira uma barra de cereal, um punhado de frutas secas, uma taça de gelatina diet, um iogurte light, um pudim ou um flã diet", ensina Daniela Hueb. Para substituir as frituras e empanados, fique com os assados e os grelhados. No lugar dos carboidratos simples, os integrais. "Eles aumentam a sensação de saciedade, permitindo que você chegue à refeição seguinte sem tanta fome", garante a nutróloga. Investindo apenas nesta mudança pequena, é possível perder de 1 a 2 quilos por semana.




Aumente seu gasto calórico

É possível reduzir medidas em pouco tempo, mesmo se você não tiver como aderir a um programa de exercícios regular. Basta tornar o seu dia a dia mais ativo e encaixar uma caminhada, uma voltinha de bicicleta pelo bairro ou alguns mergulhos na piscina do seu prédio em sua rotina. "Se conseguir fazer meia hora de atividade moderada por dia, é possível perder até 2 quilos em 15 dias, sem muito esforço", confirma Patrícia Rodrigues, educadora física da academia Competition (SP). Os exercícios podem ser praticados diariamente e, diferentemente de outras práticas, não há nenhum problema em incorporá-los à sua vida de maneira definitiva. Ao contrário: "Quem pratica algum tipo de atividade física, além de emagrecer, sente a melhora no humor e o alívio do estresse, fortalece os músculos, beneficia o coração e a respiração", explica Patrícia Rodrigues. Para ficar ainda melhor, alie essa meia hora de prática a uma dieta balanceada.




Pratique exercícios aeróbicos

Como dança, corrida, spinning ou step. Com eles, você vai suar a camisa de verdade e poderá garantir um emagrecimento mais rápido, que chega a 10% do peso corporal, no intervalo de 15 a 30 dias. E sem milagre! Afinal, estamos falando de exercícios que queimam de 400 a 800 calorias em meia hora de prática! É claro que, para colher todas essas vantagens, o ideal é treinar no mínimo 40 minutos por dia, três vezes por semana. "O mais importante é respeitar o seu ritmo, começar devagar e ir aumentando os treinos gradativamente, conforme for ganhando resistência", alerta Brunna Rodrigues Chicó, educadora física da academia Competition (SP).


Fonte:   http://corpoacorpo.uol.com.br//dieta/dieta-de-emergencia/10-dicas-extremas-para-emagrecer-rapidamente/1400