terça-feira, 8 de janeiro de 2013

A nova dieta da proteina - Parte II



Bem, continuando a postagem anterior, vamos falar sobre as outras fases da dieta e seus benefícios. 


Um dos motivos dessa dieta apostar na proteína é o efeito termogênico, que faz acelerar o metabolismo. É que o nosso organismo tem uma dificuldade 30% maior de digerir proteínas do que processar gorduras e carboidratos. E isso acelera a queima das gordurinhas estocadas. Elas ainda prolongam a sensação de saciedade, dão firmeza à pele, contribuem para a manutenção da massa magra (ou aumento de músculos, se você fizer exercício com peso). Conclusão: mais do que torrar um montão de calorias, as proteínas evitam o efeito platô, em que a perda de peso estaciona depois de um tempo. Mas a dose deve ser controlada. "A nova dieta concentra as proteínas numa quantidade que não sobrecarrega os rins e não provoca efeitos colaterais, como queda de cabelo, anemia e desmaios, entre outros. E é benéfica sobretudo para as pessoas que não respondem aos programas de emagrecimento hipocalóricos", diz Márcia. 

Reforçando: as proteínas devem ser magras! É por isso que você vai encontrar o whey protein várias vezes no cardápio. "Esse suplemento tem menos gordura que a carne vermelha e o frango", diz Letícia. Mas que fique claro: carnes em geral são bemvindas na dieta, pois estão lotadas das proteínas amigas do corpo enxuto. Porém, mesmo os cortes magros carregam gordura saturada. Ao privilegiar o consumo de whey protein, você afasta esse ingrediente, que é nocivo sobretudo para o coração.







Fase 2: estimula novos hábitos

Esta é a etapa que reduz as restrições alimentares e libera, gradualmente, alimentos antes proibidos, como fruta seca, pão integral, grãos e batata - um tipo a cada sete dias. Começa com 1100 calorias e termina com 1500. Em cinco semanas, você enxuga os 50% que faltavam perder dos extras. O cardápio básico é o mesmo da fase 1, com algumas alterações 

1ª SEMANA • Beba 2 shakes proteicos por dia (café da manhã e/ou lanches da manhã ou da tarde) 
• No café da manhã, acrescente à opção escolhida 1 porção de fruta, a escolher: 1 maçã 
ou 1 banana-prata ou 1 pera ou 1/3 de papaia ou 1 fatia média de mamão ou 1 fatia média de melão ou 1 laranja ou 5 morangos ou 1 kiwi + 1 fatia de pão integral ou 1 pão francês integral ou 1 fatia de pão sírio pequeno 
• No almoço e no jantar, inclua na opção escolhida verduras e legumes à vontade (acelga, abóbora, abobrinha, couve-flor, berinjela, tomate, cenoura) 

2ª SEMANA • Beba 2 shakes proteicos por dia (café da manhã e/ou lanches da manhã ou da tarde) 
• No lanche da manhã e da tarde, acrescente à opção escolhida 1 porção de fruta, a escolher 

3ª SEMANA • Beba 2 shakes por dia (café da manhã e/ou lanches da manhã ou da tarde) 
• No almoço, acrescente à opção escolhida 1 porção de carboidratos (3 colheres/sopa de arroz integral ou 1 pegador de macarrão integral ou 2 fatias de pão integral) ou 1 porção de grãos (3 colheres/sopa de lentilha, ervilha, feijão ou feijão-branco ou grão-de-bico 

4ª SEMANA • Beba 2 shakes proteicos por dia (café da manhã e/ou lanches da manhã ou da tarde) 
• No almoço, acrescente à opção escolhida 1 porção de carboidratos/amido: 2 batatas pequenas assadas ou cozidas ou 1/2 mandioca ou 1 pedaço de mandioquinha ou 2 col. (sopa) de abóbora + 1 porção de frutas: 1 banana-prata ou 1 maçã ou 1 pera ou 1/3 de papaia ou 1 fatia média de mamão ou 1 fatia média de melão ou 1 laranja ou 5 morangos ou 1 kiwi 

5ª SEMANA • Beba 2 shakes proteicos por dia (café da manhã e/ou lanches da manhã ou da tarde) 
• No café da manhã, acrescente à opção escolhida 1 fatia de mussarela e 1 col. (chá) 
de margarina ou manteiga light


Agora é manter e exercitar-se. Não esqueça que ainda tem a terceira fase, logo mais postarei a última fase da dieta para que você possa ficar por dentro de tudo e começar a derreter essas gordurinhas. Até já.
Sempre é válido lembrar que essa dieta é uma sugestão. Antes de iniciar qualquer dieta, consulte um(a) nutricionista.