segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

Dicas de alimentação com saúde para crianças


É responsabilidade dos pais comprar e servir alimentos saudáveis ao filho. Comece estabelecendo uma rotina, mesmo que seja difícil no começo. Isso significa estabelecer horários para refeições e lanches. As crianças precisam de uma rotina de alimentação tal qual necessitam de horário para dormir. Planeje três refeições e dois lanches por dia. Sirva fruta ou vegetal a cada refeição. Frutas e vegetais também são ótimos para os lanches. Ao invés de premiar seu filho com comida, dê premiação em forma de atenção (abraços, beijos, sorrisos) e brincadeiras.

A obesidade infantil atinge no Brasil entre 7% e 15% das crianças, dependendo da região e da classe social. Nos Estados Unidos o número dobrou na última década e, cerca de 30% das crianças, apresentam algum grau de sobrepeso. Algumas dicas de alimentação para crianças são:

Os alimentos devem ser oferecidos à criança para que ela aprenda a gostar. Se houver recusa no primeiro contato, deve-se insistir em outras vezes, pois novos alimentos têm sabores diferentes e, às vezes, promovem "caras-feias", mas com o decorrer do tempo o sabor passa a ser apreciado pela criança.
Apresente apenas um alimento novo a cada refeição, junto com os outros que seu filho já está habituado. Assim fica mais fácil experimentar. E faça esta apresentação no início da refeição, quando a fome é maior. Converse com ele sobre o alimento novo, explique de onde veio, conte uma história, enfim, desperte a sua curiosidade. Ofereça o leite para a criança duas horas antes ou após as principais refeições (almoço e jantar). O cálcio (presente no leite) diminui a absorção do ferro contido nos alimentos, podendo levar a criança a ter anemia.


Você também pode aproveitar receitas que seu filho gosta para adicionar alimentos novos. Faça um alimento que ele goste e adicione cenoura ralada ou tomate picadinho, enfim torne a refeição mais nutritiva. 
Lembre-se de que, para melhorar a alimentação de seu filho, é preciso antes de mais nada melhorar os hábitos alimentares da sua casa. Avalie se os alimentos que fazem parte do cardápio familiar são realmente saudáveis.

O melhor momento para formar bons hábitos alimentares é na infância. 


Fonte: http://www.nutricio.com.br/alimentacao-crianca.htm