segunda-feira, 19 de agosto de 2013

Dia do Ciclista - Vamos Emagrecer Pedalando?

Na ciclovia, no asfalto, na praia, na rua, na trilha, debaixo de sol ou chuva, com frio ou calor, no Dia Nacional do Ciclista, neste 19 de agosto, a ordem é comemorar fazendo o que mais gosta: pedalar.

Mas, você sabe o porque é comemorado neste dia? Qual a origem desta data? Eu também não sabia, então resolvi pesquisar.
Em 2006, Pedro Davison, um estudante de biologia prestes a se graduar, foi alvejado e morto em pleno Eixo Rodoviário do Distrito Federal. Pedro tornou-se vítima fatal de um motorista que transgrediu os preceitos do Código de Trânsito Brasileiro.
O Motorista que atropelou o estudante de biologia em faixa proibida a circulação de veículos automotores e que, ao chocar-se com a bicicleta de Pedro por trás, não deu assistência à vítima e fugiu. Sua carteira de habilitação estava vencida, além de dirigir alcoolizado.
Infelizmente este é um, de muitos casos que se repetem no país, onde motoristas transgressores, que dirigem alcoolizados e em velocidade excessiva, matam pessoas, infelicitam famílias e geram prejuízos milionários à Nação.
O número de ciclistas no Brasil é grande, apesar da violência do trânsito: cerca de 50 milhões de bicicletas. Essa frota é utilizada, em sua esmagadora maioria, por trabalhadores, que dependem da bicicleta para ir trabalhar e ao lar retornar. Estes ciclistas rodam em média 50 minutos por dia.
Pais de Pedro Davison
O caso do Pedro foi o marco para se criar o dia nacional do ciclista.

Mas o que tem isso com nosso objetivo que é chegar ao Peso Perfeito? Pedalar é uma atividade física excelente para quem quer emagrecer, manter o peso, ou simplesmente se exercitar. Andar de bicicleta é um exercício aeróbico potente, que leva à perda média de 700 calorias por hora, quantidade maior que a atingida com caminhada, natação e dança. Por isso, é uma boa opção de atividade física para quem quer emagrecer. Até porque, ao mesmo tempo em que elimina quilos, tonifica os músculos das pernas e do abdômen. Além disso, pode ser praticada na rua ou na academia. As diferenças entre as modalidades outdoor e indoor começam pelo gasto de energia, 50% maior ao ar livre, segundo uma pesquisa da Universidade do Estado de Santa Catarina. 

Na rua, há mais obstáculos, como trânsito, poluição, buracos, lombadas, subidas e descidas, que podem causar quedas, escoriações, fraturas e luxações. "Mas essas dificuldades é que motivam muita gente. Além disso, o vento no rosto e o contato com a natureza dão uma sensação muito gostosa de liberdade", diz o personal trainer Eduardo Colmanetti.  


Então, vai ficar parado ai por que? Vamos pedalar? Se você já pedala, nos diga onde e quando podemos pedalar com você, se não pedala, procure uma turma e leve sua magrela para passear, você vai amar, eu garanto. Quer uma dica? Pedale com a turma da Bike Ceará.

Uma excelente semana para todos nós.